"Eu lembrava vividamente a cor preta dos seus olhos da última vez que ele olhou pra mim - a cor foi marcante no contexto da sua pele pálida e de seus cabelos ruivos. Hoje, seus olhos tinham uma cor completamente diferente: um ocre estranho, mais escuros do que manteiga, mas com o mesmo tom dourado..." (Bella Swan, Crepúsculo)

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

A HISTÓRIA DE RENESMEE CULLEN

Renesmee 'Nessie' Carlie Cullen é filha de Bella Swan e Edward Cullen. Renesmee tem um “cabelo bronze brilhante” que cai em “anéis” e “olhos castanho chocolate”. Sua pele é quente, só alguns graus mais fria que a de Jacob e “brilha como um alabastro iluminado, a cor nas suas bochechas são pétalas de rosa em contraste com sua pele.”
Ela é mestiça, parte humana e parte vampira. Na história o envolvimento entre vampiros e humanos é raríssimo uma vez que o vampiro sente uma atração muito forte por sangue humano (o cheiro dos humanos os atrai e o simples fato de estarem próximos já é suficiente para que os vampiros percam o controle). Os vampiros do universo criado pela autora são criaturas com superpoderes: eles tem todos os sentidos ampliados (visão, tato, olfato, etc), força e velocidade sobrehumanos. Eles não dormem, brilham à luz do sol e não tem presas, porém seus dentes são venenosos e é o contato do veneno com a corrente sanguínea que faz com que a pessoa se transforme em vampiro quando mordida. Porém, quando o vampiro sente o gosto do sangue humano ele perde a razão e suga até que a vítima morra. Poucos vampiros, como Edward e sua família, conseguem se alimentar apenas com sangue de animais.

Inicialmente a atração que Edward sente por Bella é devido ao seu cheiro, ao cheiro delicioso e doce do seu sangue, a atração mais forte que ele havia sentido. Porém, ele se apaixona por ela e, uma vez correspondido, luta com todas as suas forças para controlar o impulso de matá-la e beber seu sangue.


O envolvimento entre os dois é tão intenso, um amor tão grande que Edward supera a vontade de beber seu sangue. Os dois se casam e, apesar de todos os riscos, têm sua primeira experiência sexual juntos. Bella fica grávida e inicialmente quase todos os Cullen estavam a favor do aborto, apenas Rosalie e Esme acharam que Bella deveria ter a criança. No conhecimento dos Cullen, o caso de Bella era único e ninguém sabia como seria o bebê e nem se Bella sobreviveria a gravidez. Como a criança era metade vampira, sua força era grande e, durante a gravidez, Bella teve três costelas e a bacia quebradas, e a coluna fraturada durante o parto. Bella não sobreviveria, o que obrigou Edward a transformá-la em vampira.


Porém o nascimento de Renesmee trouxe grande alegria a todos e valeu todo o sofrimento que Bella passou para protegê-la. Seu nome (Renesmee) é a junção dos nomes Renée e Esme (suas avós) e seu segundo nome é Carlie, a junção de Carlisle e Charlie (seus avôs). É um bebê incomum, com o raro dom de mostrar às pessoas tudo que pensa e vê ao tocá-las. Nessie tem o rosto mais parecido com o de seu pai, Edward, e como ele, é excepcionalmente linda. Herdou os olhos castanhos (cor de chocolate) de Bella e os cabelos cacheados, com os de seu avô Charlie. Ela nasceu com os dentes perfeitos e cresce muito mais rápido que as crianças humanas. Aprendeu a andar, falar e ler com poucos meses de vida, mas para não assustar os mortais - que não têm ideia de que vampiros existem - age como se fosse um bebê normal. É uma criança extremamente carinhosa com todos que a cercam e até mesmo com quem ela nunca viu e conquista a todos facilmente. Todos, exceto Bella, a tratam por Nessie, nome alusivo ao monstro do Lago Ness. Quando Reneesme nasce, Jacob -melhor amigo da Bella- sofre impriting (tipo de amor a primeira vista) por ela.


No decorrer da história os Cullen descobrem que Renesmee não é a única da sua espécie. Existem outros mestiços, como ela, no Brasil.

Renesmee pode projetar seus pensamentos em outra mente quando ela os toca com a palma de suas mãos. Seu poder pode ser considerado exatamente o contrário do poder de Aro ou de Edward.

Tem, também, outro poder, que seria o oposto do poder de Bella, um escudo que a proteje de ataques mentais de outros vampiros, tornando-a capaz de penetrar este escudo, e, assim, usar seu outro poder em Bella.