"Eu lembrava vividamente a cor preta dos seus olhos da última vez que ele olhou pra mim - a cor foi marcante no contexto da sua pele pálida e de seus cabelos ruivos. Hoje, seus olhos tinham uma cor completamente diferente: um ocre estranho, mais escuros do que manteiga, mas com o mesmo tom dourado..." (Bella Swan, Crepúsculo)

quinta-feira, 13 de outubro de 2016

O sofrimento de Bella em Lua Nova


 O tempo passa. Mesmo quando isso parece impossível. Mesmo quando cada tique do relógio faz sua cabeça doer como se fosse um fluxo de sangue passando por uma ferida.
Ele passa desigual, em estranhos solavancos e levando a calmaria embora, mas ele passa.

Mesmo pra mim...




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se você é apaixonada por CREPÚSCULO, deixe seu comentário!