"Eu lembrava vividamente a cor preta dos seus olhos da última vez que ele olhou pra mim - a cor foi marcante no contexto da sua pele pálida e de seus cabelos ruivos. Hoje, seus olhos tinham uma cor completamente diferente: um ocre estranho, mais escuros do que manteiga, mas com o mesmo tom dourado..." (Bella Swan, Crepúsculo)

sábado, 11 de junho de 2016

Edward Cullen estava parado quatro carros à minha frente me encarando horrorizado.
O rosto dele se destacou do mar de rostos, todos petrificados com a mesma expressão de choque. Mas de mais imediata importância havia uma van azul escura derrapando, pneus guinchando contra os freios, girando selvagemente no gelo do estacionamento.
Ia bater num dos cantos traseiros da minha caminhonete, e eu estava entre eles...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se você é apaixonada por CREPÚSCULO, deixe seu comentário!