"Eu lembrava vividamente a cor preta dos seus olhos da última vez que ele olhou pra mim - a cor foi marcante no contexto da sua pele pálida e de seus cabelos ruivos. Hoje, seus olhos tinham uma cor completamente diferente: um ocre estranho, mais escuros do que manteiga, mas com o mesmo tom dourado..." (Bella Swan, Crepúsculo)

terça-feira, 3 de novembro de 2015

Crepúsculo comemora 10 anos!


 Para comemorar o aniversário de dez anos de "Crepúsculo", a autora da saga, Stephenie Meyer, escreveu um livro em que inverte o gênero do casal protagonista, informa a revista americana "Entertainment Weekly".

  
O novo título, "life and death – Twilight reimagined", faz parte de um livro que tem a obra original e a nova versão. É uma edição dois em um, com uma contracapa invertida.

Neste "Crepúsculo reinventado", a escritora mostra um casal formado pela vampira Edythe e pelo jovem Beau (abreviação de Beaufort). Na história original, o par tinha o vampiro Edward e a garota Bella, vividos no cinema por Robert Pattinson e Kristen Stewart.

No Brasil, a edição especial de 10 anos de "Crepúsculo" será lançada pela editora Intrínseca no dia 1º de novembro.

No prefácio de "life and death – Twilight reimagined", Stephenie Meyer explica que decidiu recriar a história com os sexos trocados para reforçar a ideia de que Bella não é uma "donzela em perigo", como críticos acusam. Para ela, trata-se de um "humano em perigo", ou "um ser humano normal cercado, por todos os lados, por pessoas que são basicamente super-heróis e supervilões".

Outra crítica, destaca a "Entertainment Weekly", cita que Bella era apresentada como alguém "excessivamente consumida pelo amor, como se isso fosse, de algum modo, coisa só de menina".

A autora diz também que escrever a releitura foi "engraçado, mas também muito rápido e fácil". No prefácio, conta que o trabalho permitiu fazer ajustes de detalhes que sempre a incomodaram. Além disso, acertou erros gramaticais e trocou palavras.

A saga "Crepúsculo" – que inclui ainda "A breve segunda vida de Bree Tanner: Uma história de Eclipse" e o companion book "Crepúsculo: Guia oficial ilustrado" – vendeu mundialmente cerca de 155 milhões de exemplares.

"Crepúsculo" ficou por anos nas principais listas de mais vendidos do Brasil e foi best-seller dos jornais "The New York Times" e do "USA Today". Também foi apontado como um dos 100 melhores livros já escritos para jovens pela revista "Time".

As adaptações cinematográficas fizeram uma bilheteria mundial de mais de US$ 1,1 bilhão.


Fonte: Globo.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se você é apaixonada por CREPÚSCULO, deixe seu comentário!