"Eu lembrava vividamente a cor preta dos seus olhos da última vez que ele olhou pra mim - a cor foi marcante no contexto da sua pele pálida e de seus cabelos ruivos. Hoje, seus olhos tinham uma cor completamente diferente: um ocre estranho, mais escuros do que manteiga, mas com o mesmo tom dourado..." (Bella Swan, Crepúsculo)

terça-feira, 6 de outubro de 2015

“No Silêncio mortal, todos os detalhes de repente se encaixaram, numa explosão de intuição.
Havia algo que Edward não queria que eu soubesse. Algo que Jacob não teria escondido de mim. Algo que pôs tanto os Cullen quanto os lobos no bosque, movendo-se juntos numa proximidade perigosa (…)
Algo que eu, de algum modo, esperava. Que eu sabia que aconteceria de novo, tanto quanto desejava que jamais acontecesse.
Nunca teria um fim, teria?”

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se você é apaixonada por CREPÚSCULO, deixe seu comentário!